Evento: Todos

JORNADA DA ALIMENTAÇÃO

 

Conforme disse Hipócrates o pai da medicina: “Os vossos alimentos são os vossos remédios”, também ouvia da boca das pessoas mais velhas quando era ainda menino que “Comida Cria, mas também Mata”.

Podemos concluir resumidamente que devemos nos alimentar com sabedoria, ingerindo alimentos saudáveis em qualidade e quantidades ideais para que nosso corpo funcione bem e tenhamos boa saúde.

O principal conceito de alimentação saudável deve mencionar alimentos que proporcione benefícios ao organismo oferecendo proteínas, sais minerais, água e fibras e que sejam isentos de substâncias nocivas e ou prejudiciais.

Ressalvando que o alimento que é saudável para uma pessoa pode não ser para outra, isso depende da necessidade energética de cada um que está relacionada com a idade, o peso, a estatura e a natureza da atividade física exercida.

Para uma alimentação ser considerada saudável a dieta normal deve ser composta por proteínas, carboidratos, gorduras, fibras e minerais, como também deve ser rica em vitaminas de todos os grupos.

Esses ingredientes devem estar em proporções adequadas a sua função no organismo a fim de não produzir efeitos colaterais indesejados pelo excesso ou pela deficiência.

A maneira mais prática para isso é variar a dieta constantemente, de modo que todos os tipos de alimentos sejam oferecidos sem abusos e sem omissões.

O organismo trabalha ininterruptamente transformando os alimentos ingeridos em aminoácidos e energia a fim de repor as proteínas e os minerais consumidos nas reações de construção celular.

Há uma quantia de aminoácidos mais comuns que estão presentes em qualquer alimento mas há uma categoria considerada rara, denominada aminoácidos essenciais que não estão presentes em alimentos comuns e sim em alimentos mais restritos como as sementes de girassol, amendoim, castanha do pará, etc.

Esses aminoácidos são importantes por que fazem parte dos componentes das substâncias formadoras dos hormônios, como por exemplo o ácido araquidônico e o linoleico que são primordiais na construção dos hormônios relacionados com a reprodução.

Essa é apenas uma das razões para nos convencermos da necessidade de uma alimentação balanceada. A dieta deve ser rica em alimentos que contenham essas e outras substâncias importantes para a construção do organismo pois ele permanece em atividade ao longo de todo nosso ciclo vita.

Basicamente classificamos os alimentos em:

Energéticos: Alimentos ricos em Açúcares e Gorduras, são substâncias que fornecem energia ao nosso organismo. São exemplos de alimentos ricos em Açúcares ou Gorduras: Mel, leite, açúcar, frutas, beterraba, manteiga, óleo e amidos. 

Plásticos: São alimentos ricos em Proteínas. As Proteínas são a base da construção orgânica, assim como os tijolos estão para a parede as proteínas estão para o organismo.

Tanto as de origem animal quanto as de origem vegetal são desmontadas até o nível de aminoácidos com os quais o organismo constrói suas proteínas específicas.

Esse é o processo que proporciona a renovação celular de todo o corpo desde o nascimento até o fim da vida.

O funcionamento do organismo demanda energia e matéria-prima para o incrível e engenhoso metabolismo dessa fantástica máquina similar a um laboratório químico ela processa a matéria ingerida e produz os bens necessários à vida com inimitável precisão.

São exemplos de alimentos ricos em Proteínas:

 

 

Alimentos Reguladores: São alimentos ricos em Vitaminas e Sais Minerais, essas substâncias são imprescindíveis a regulagem do funcionamento do metabolismo de nosso organismo, proporcionando aumento da imunologia, resistência às doenças e prolongando a vida.

Os Sais Minerais – Ou minerais propriamente ditos, são peças fundamentais nesse processo, entram como elos de ligação nas várias reações químicas endógenas.

Dentre eles estão o cloro o sódio e o potássio que fazem parte da bomba de sódio e potássio que produz os batimentos cardíacos.

Cálcio, flúor e ferro – necessários para a formação óssea, e a constituição sanguínea. São encontrados no sal de cozinha, no leite, nas verduras, e nas frutas em maior quantidade e em todos alimentos em menor quantidade.

Lembrando que a maior parte dos minerais que necessitamos diariamente são obtidos a partir da água, por isso devemos ter a preocupação de ingerir água potável de boa qualidade, de preferência as consideradas minerais que são vendidas no comércio, mais vale investir nesse produto do que em refrigerante.

Vitamina – O termo vitamina provem da contração das palavras Vital + Amina. As vitaminas são consideradas nutrientes essenciais. Nosso organismo não as produz mas necessita 

O nome foi atribuído no século passado por pesquisadores japoneses quando estudavam os fatores que resultavam em escorbuto e beribéri em homens embarcados por longos períodos em navios pesqueiros.

Eles detectaram a deficiência de uma substância considerada vital ao organismo dos marinheiros embarcados cuja deficiência causavam essas moléstias.

A substância detectada foi uma proteína presente na película do grão de arros, denominada Grão de Aleurona, essa proteína continha uma substância que ao ser inserida na alimentação resolvia o problema.

Como essa substância VITAL estava ligada a um grupamento amina deram-lhe um nome provisório de Vitamina.

Hoje generalizamos esse nome para outras substâncias posteriormente descobertas cujas funções são primordiais ao organismo.

As vitaminas podem ser classificadas como oleosas e não oleosas, ou lipossolúveis e hidrossolúveis, as primeiras são encontradas em alimentos de origem animal e as últimas em praticamente todos os alimentos, mas preferencialmente nos vegetais de um modo geral.

As vitaminas são necessárias  ao desenvolvimento de nosso organismo, elas fornecem a energia vital para completar as reações químicas de reconstrução de nosso organismo garantindo-nos disposição para a vida.

As vitaminas A, D, E e K são lipossolúveis e as do Complexo B e a Vitamina C são hidrossolúveis. Elas são encontradas em frutas, verduras, ovos, leite, castanhas, sementes e nozes.

Estes são os principais conceitos para alimentação saudável. Há muitos outros conceitos, mas principalmente devemos nos focar no fato de que alimentação saudável não deve ser composta apenas por alimentos que proporcione prazer ao paladar pelo aspecto e pelo aroma, pois muitos alimentos apesar de cheirosos e gostosos são insuficientes para a nutrição e as vezes até nocivos.

Devemos apelar para o nosso próprio bom senso e nos utilizar dos serviços profissionais existentes no mercado para esse fim e de forma prática obtermos conhecimentos específicos e competentes para nossa alimentação.

Além disso não devemos nos preocupar apenas com uma boa alimentação mas também com os movimentos de nosso corpo a fim de mantê-lo ativo e funcional a vida toda garantindo o balanceamento energético entre ingestão, digestão e consumo.

 

SANDUICHE INTEGRAL

 

 

SANDUICHES: alguma vez você tentou usar diversos vegetais em seus sanduíches em vez de queijos ou carnes? Prove com rodelas de tomate, cenoura, espinafre, alface, gérmen de soja, abobrinha assada, beterraba, azeite de oliva e sementes de chia; mas um toque de mostarda moída. Existem receitas que Algumas receitas substituem até mesmo o pão Integral por pão de batatas doces.

Tofu do leite de Soja 

TOFU: é um tipo de queijo feito de soja, um queijo de soja muito saboroso e saudável. É rico em proteínas e tem propriedades, vinda da soja que previnem o câncer de mama e diminui o colesterol. Previne doenças do coração e ajuda emagrecer por ser menos calórico que o leite de vaca e seus derivados.Para fazer o tofu em casa é preciso fazer primeiro o leite de soja. Confira abaixo as receitas de como fazer o leite de soja e como fazer o tofu com o leite de soja.

 

  • 200 gr de soja
  • + ou – 4 litros de água. Se desejar uma consistência mais grossa, diminua a quantidade da água.

 Benefícios e Receita passo a passo

Modo de preparo

Leite de soja

 – Deixe a soja lavada e escolhida de molho em água por 12 horas, trocando a água umas três vezes para evitar o gosto da fermentação que acontece. Se preferir colocar água fervente, o tempo do molho reduz para + ou – 4 horas ou até a soja dobrar de tamanho.

 – Retire a toda a casca e bata a soja no liquidificador, na proporção de 1 xícara de chá de soja já demolhada com duas a três xícaras de chá de água. Coe num coador feito com tecido de algodão e com luvas ou com as mãos bem lavadas, esprema bem para sair todo o caldo da soja.

 – Se desejar, bata a massa que restou da soja com 1/2 litro de água e coe novamente. Esta massa pode ser usada para fazer croquetes, bolinhos, farofa, almôndega, ser colocada em bolos, tortas, ou seja reaproveitar.

 – Leve o leite de soja coado ao fogo para ferver por + ou – 40 minutos ao até adquirir a consistência desejada.

Para fazer o tofu, o leite de soja deve estar sem sabor.

Adicione 5 colheres de óleo de soja (para tirar a adstringência do leite).Caso queira saborizar o leite de soja e acrescente canela, baunilha,  durante a fervura e adoce a vontade.

No leite gelado você pode acrescentar laranja, abacaxi, morangos, iogurte ou outras frutas que desejar e bater no liquidificador.

Tofu

  • 3 litros de leite de soja sem sabor
  • 1,5 colheres de sopa de sulfato de magnésio (sal amargo)  
  • Ou coagulante, feito com (1/2 xícara de chá de limão; 1/2 xícara de chá de água de morna e 1 colher de sopa de sal), deixe 10 minutos no leite de soja a 70°C.

Modo de preparo

Ferva o leite de soja, deixe esfriar a 80°C e acrescente a colher de sopa de sulfato de magnésio (sal amargo) dissolvido em 1/2 xícara de chá de água e misture rapidamente ao leite( não mexer muito para não desfazer os coágulos que se formarão).

Se preferir o coagulante caseiro, misture (1/2 xícara de chá de limão; 1/2 xícara de chá de água de morna e 1 colher de sopa de sal), deixe 10 minutos no leite de soja a 70°C. 

Coloque o queijo coagulado numa forma própria ou peneira forrada com tecido limpo de algodão para coar e ficar somente a massa do tofu.

Sobre a massa coloque um peso para prensar o tofu e deixe por 20 minutos. Coloque a panela sobre água bem gelada por 5 minutos, retire o tecido e desenforme.

Coloque e troque várias vezes água gelada do tofu, após cortado, pra tirar o amargo do sal ou sulfato de magnésio.

Se quiser, tempere o tofu com shoyu, gengibre ralado azeite, orégano, pimenta e sirva.

 

 

COMENDO MAIS VERDURAS

TORTINHA DE LEGUMES é uma das formas mais criativas para fazer com que seus filhos e adultos consumam mais vegetais. Compre batatas doces, abobrinhas, abóbora amarela, berinjela, cenouras e tomates, corte-os em rodelas finas e misture-os em camadas, em uma assadeira. À medida que formar cada camada acrescente azeite de oliva, molho de tomate e ervas frescas, por exemplo, orégano. Aqueça o forno à temperatura forte e asse a tortinha por uma hora.

BATIDAS 

BATIDAS: é uma forma fantástica de agregar novos legumes e frutas a qualquer plano de alimentação saudável. Existe uma grande variedade para provar; só deve-se garantir de que o que você prepara é saudável. Por exemplo, você pode fazer um com iogurte ou leite de amêndoas, 1/2 banana e gelo. Se surpreenderá do delicioso e saudável resultado.

REFOGADOS

 

REFOGADOS: que tal um prato de arroz integral,  grelhados com molho de baixo teor de sódio e alguns vegetais (como abobrinha, brócolis, cebola, alho, pimentão vermelho, nabos, cenouras ou couve)? Sem dúvida uma grande e saborosa receita, especialmente para as crianças. Se você quiser fazer ainda uma preparação mais saudável, escolha arroz integral ou quinoa em vez de arroz branco. E não se esqueça de usar molhos saudáveis para temperar.

SUCOS 

 

SUCOS têm bom gosto e são ricos em vitaminas e minerais. Ajudam na digestão e melhoram todo o organismo. Uma das propostas é o suco de dente de leão, espinafre e erva-doce. Você pode adicionar frutas, mas sempre com moderação, pois estes aumentam o índice glicêmico; os mais indicados são as limas com pouco açúcar, limões e maçãs verdes.

Neste vídeo você irá aprender todos os passos e segredos para um pão 100% integral fofinho e saboroso. Uma receita muito fácil e prática. Você poderá fazer pão integral para semana inteira e congelá-los, ficando fresquinhos por mais tempo. 

Continue lendo esse e outros artigos sobre alimentação saudável em nosso site ou no Facebook.

Obrigado pela atenção!

 




Data Evento: 31/10/2015

Período de Inscrição de 07/10/2015 á 20/11/2015

Valor Incrição: 0,00


Local: AV.: JOINVILLE CPA I CUIABÁ / MT CENTRO COMUNITÁRIO AO LADO TERMINAL